Produção de vinho em Portugal caiu.

O volume da produção de vinho registou uma queda de 20% na campanha de 2015/2017. A área de vinha também se reduziu de forma significativa, revela um estudo da Informa D&B.

O volume de produção de vinho na campanha de 2016/2017 registou uma queda de 20% face à campanha de 2015/2016, a qual se havia saldado por um crescimento de 13,5%. Segundo o estudo sobre este sector publicado pela Informa D&B foram produzidos em 2016/2017 5,65 milhões de hectolitros de vinho.

A redução do dinamismo do sector foi também verificável ao nível das vendas para o exterior. Em 2016 as exportações de vinho ascenderam a 710 milhões de euros, uma quebra de 4% face a 2015 e que se traduziu numa inversão da tendência de crescimento verificada no período compreendido entre 2010 e 2015.

De acordo com o estudo da Informa D&B, os vinhos DOP (Denominação de Origem Protegida) valem 70% das exportações, sendo que o vinho do Porto é responsável por 43% deste valor.

Em 2015, o sector do vinho envolvia 1.313 empresas, sendo responsável pela criação de 9.450 em pregos, registando uma tendência crescente face a anos anteriores. Em contrapartida, a superfície vitivinícola reduziu-se de forma significativa, cifrando-se em 198.700 hectares em 2015, 9,1% abaixo da registada no ano anterior.

O sector do vinho é caracterizado por um domínio de pequenos operadores, sendo que o número médio de empregados por empresas  é de sete. O estudo da Informa D&B conclui que apenas 25 empresas têm mais de 50 trabalhadores e só duas empregam mais de 350 pessoas.

Por Jornal de Negocios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *