TEMPERATURA IDEAL DOS VINHOS

Servir vinho não exige tantos malabarismos como é comum de se pensar. A primeira coisa que deve ser observada com atenção na hora de servir é a temperatura adequada a cada tipo de vinho, o que valoriza enormemente as qualidades organolépticas de cada vinho e permite avaliar todo o seu potencial. Um vinho servido fora de sua temperatura recomendada pode passar uma sensação errônea de acidez que não existe ou uma doçura que não é verdadeira. Nós, brasileiros estamos acostumados a tomar bebidas mais geladas, por isso é comum as pessoas pedirem o vinho em temperaturas mais baixas, especialmente vinhos brancos e espumantes. Isso se deve ao nosso clima tropical, que acaba tornando a bebida gelada palatável. Mas, é importante lembrar que uma bebida muito gelada tende a amortecer as papilas gustativas e isso prejudica a análise do vinho. Por isso, procure saber mais sobre o vinho ou espumante que está servindo e sobre a temperatura em que ele deve estar.

TEMPERATURAS IDEAIS (variação de 1ºC para cima ou para baixo)

20ºC Tintos bastante estruturados, longamente envelhecidos e complexos.
18ºC Tintos estruturados e envelhecidos.
17ºC Tintos de média estrutura e de elevada qualidade.
14ºC Tintos jovens e com pouco tanino, frutados e leves.
12ºC Licores tintos e colheita tardia.
11ºC Brancos secos de elevada qualidade e complexidade; Vinhos Rosés .
10ºC Espumantes Extra-Brut, Brut mais evoluídos e complexos, vinhos brancos secos.
8ºC Espumante Brut e vinhos brancos aromáticos secos.
7ºC Vinhos brancos doces.
6ºC Espumante Demi-Sec e seco.
5ºC Moscatel Espumante.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *